No Final..

No final, tudo se ajeita.
Aquela pessoa que você disse que nunca esqueceria acaba sendo esquecida.
O ódio que você sentia por alguém acaba cedendo e dando lugar à indiferença. 
A saudade cede e dá lugar as lembranças. 
A dor cessa e a ferida cicatriza. 
No final, a gente sempre se adapta a qualquer situação, por pior que seja. 
Porque é a única chance que temos de viver, de seguir em frente.
De conseguir levantar depois da queda. 
Mas se adaptar também pode levar ao comodismo. 
Por se habituar tanto a uma situação rotineira, é difícil levantar e dizer :
"CANSEI DESSA MERDA!".
Porque acredite,depois de dizer isso,
nada mais será igual. 
E é isso que as pessoas não querem: 
o caminho mais difícil. 
Mesmo que esse caminho leve a algo melhor. 
Eu não sei o que é melhor. 
Eu só sei que eu vou viver. 
Porque essa é a única coisa que não podemos evitar.
Ou você assume o controle da sua vida e vive, 
mesmo que se arrastando, 
ou alguém vai lá e assume a sua vida por você.
(Carol Lee)

Janela e Luminária - Fim

Não há mais necessidade de te esperar se Não sei como voc está, o que aconteceu com voc.. Caso esteja Bem sei que voc não vem, sei que voc Não liga. 

Por uns meses pensei que viveria de lembranças e morreria de saudade..

Mas por hoje não mais, Posso sair por aí. quem sabe ainda nos esbarremos por umas das esquinas..

Ou ao me ver voc troque de calçada .. Assim espero que antes voc ai bem e preferindo ficar longe do que eu tenha te matado..

Não vou mais ficar olhando pela janela.. Se a Felicidade existe que seja nossa companheira. Que teu rosto jamais brote a sombra de uma lágrima, e sim o brilho de um sorriso. Tudo valeu porque  foi sincero as feridas se curam, mas o tempo não volta..

Vou sair e ver o céu.. Encontrar uma luz que não se apague.

Janela e Luminária - part 4

Celular

Depois de quase um mês Eu liguei mais de cinquenta vezes, em uma manha nublada, uma compulsão incontrolável tomou conta de mim mais que um perssentimento uma necessidade de ouvi-lo. Quem atendeu foi um Senhor, uma voz estranha afirmando que o jovem tinha se acidentado a duas quadras dali.
O céu se fechou e caíram os primeiros pingos de chuva, Eu caminhando rapidamente cheguei até ele e não contive minha dor assim como nem se quer fiz questão de disfarçar meu amor..
O Senhor ao sair do caminhão em meio a chuva gritava comigo dizendo que não fez nada, o sinal estava verde o moço se jogou na frente, o viu na calçada e de repente ele estava sobre o meu pára-brisa.. Afirmava que estava na velocidade certa.. Gritava muito aflito e nervoso tentando discar para a ambulância, suicídio com certeza.

Nós todos molhados pela chuva que só se agrava, Eu não compreendia o porquê sendo que ele dizia que não gostaria de sair da minha vida nunca, agora estava ali, e eu o amava sendo que dizia que o odiaria eternamente se me abandonasse..
Não tinha muito para ser feito, o sangue dele escorria pelo meio fio da caçada junto a chuva, eu o abracei pela ultima vez sujando mina blusa antes que os socoristas me afastassem e o levassem sem me dizer para onde, ignorando minha presença.

Após essa manha já não dormia mais, durante as noites apoiava-me no parapeito de minha janela, ainda olhava pra outra janela que não abriria mais e me recordava da luz que também não mais acenderia, gostaria de revê-lo e entender ao certo o que aconteceu.

Todas as manhas Eu acordo e já pego meu celular na esperança de ter recebido um SMS Dele enquanto eu dormia, eu mal podia dizer se ainda era amor mesmo, que seja..
Esperei durante todo o tempo que pude. Poderia ter certeza que nunca mais iria tê-lo mais não há silencio que faça a voz da possibilidade de eu ouvir seu chamado se calar, ainda sem noticias... Ainda espero..Já nem sei se o tempo é que cura mesmo, de fato pode ser, mas ele não apaga as lembranças mais bonitas..

Presente natalino 2011

..Sabe o que eu pedi pro Papai noel? 
Uma ligação sua, uma mensagem.. um Oi.. 
Bem sei que não me comportei bem este ano mas quem sabe ele reconsidere..

Foto #14



Ps.:Sinceramente ainda acredito em um destino forte e implacável, 
em tudo que nós temos pra viver
É muito mais do que sonhamos ♪ ~Jota Quest

Foto #13

Ei, dor!
Eu não te escuto mais
Você não me leva a nada
Ei, medo!
Eu não te escuto mais
Você não me leva a nada...
Jota Quets ♪

Oração dos estressados

Senhor, dê-me serenidade para aceitar as coisas que não posso mudar,
a coragem para mudar as coisas que não posso aceitar
e a sabedoria para esconder os corpos daquelas pessoas que eu tive que matar por estarem me enchendo o saco.

Também, me ajude a ser cuidadoso com os calos em que piso hoje, pois
eles podem estar conectados aos sacos que terei que puxar amanhã.

Ajude-me, sempre, a dar 100% no meu trabalho...
- 12% na segunda-feira,
- 23% na terça-feira,
- 40% na quarta-feira,
- 20% na quinta-feira,
- 5% na sexta-feira.


E... Ajude-me sempre a lembrar,
quando estiver tendo um dia realmente ruim e todos parecerem estar me enchendo o saco, que são necessários 42 músculos para socar alguém e apenas 4 para estender meu dedo médio e mandá-lo para aquele lugar...

Que assim seja!!!

Viva todos os dias de sua vida como se fosse o último.
Um dia, você acerta.
                             Luís Fernando Veríssimo

Janela e Luminária - part 3

Sorvete

Ele decidiu ter morada fixa na vizinhança e ganhou morada em meus pensamentos. Agora eu dormia tranquilamente, ambos de acordo janela aberta e uma despropositada sintonia que nos mantinha unidos, a qual, onde mesmo que de proposito mas meio que sem querer, adentrávamos em nossos quartos simultaneamente assim podíamos dialogar..
Das janelas descemos para os portões e das madrugadas passamos as tardes e manhas.. e noites.. e ocasionalmente sempre, cada hora parecia menor o tempo se diminuía sempre que estavam juntos.
Os dois parados em seus portões um pé  pra dentro outro pra fora como que diz: " eu deveria entrar mas estou aqui por sua causa tá?" Eu sempre transparecia todos meus desejos e estimas, algo que eu nunca consegui ver nele, nesse momento mesmo que com o tempo um tanto nublado desejava sorvete.

Eu  sempre um cara bem disposto me propus a comprar para Ela. 
Já quase virando a esquina quando olho para trás  meu sorriso se desfaz, quando ao longe vi um certo homem bem apessoado se aproximar dela e segura-la pela cintura. Ela com os braços envolta do pescoço dele ria e sorria enquanto este a erguia fazendo com que seus pés não tocasses mais o chão.








Ele não voltou com o sorvete, ele não voltou naquele dia e eu o esperei mas ele não voltou. Já não o via apos semanas, sua janela ficava fechada o tempo todo e Ele não atendia minhas ligações no celular a primeiro instante não me importei mas depois me sentia meio que lacerada.. Já nem sei se é saudade, nem sei se é apenas vontade ser feliz como eu era.

#ConfessoQue

Eu tenho milhões de motivos para te esquecer... 
Mas apenas um que me faz lembrar..
Podem dizer o que for,
 não posso mentir pra mim mesma.. 
Já que tanto faz.. 
pra que negar?

Viva!

Já perdoei erros quase imperdoáveis,
tentei substituir pessoas insubstituíveis
e esquecer pessoas inesquecíveis.
Já fiz coisas por impulso,
Lar! Fonseca  
já me decepcionei com pessoas
quando nunca pensei me decepcionar,
mas também decepcionei alguém.
Já abracei pra proteger,
já dei risada quando não podia,
fiz amigos eternos,
amei e fui amado,
mas também já fui rejeitado,
fui amado e não amei.
Já gritei e pulei de tanta felicidade,
já vivi de amor e fiz juras eternas,
"quebrei a cara muitas vezes"!
Já chorei ouvindo música e vendo fotos,
já liguei só para escutar uma voz,
me apaixonei por um sorriso,
já pensei que fosse morrer de tanta saudade
e tive medo de perder alguém especial (e acabei perdendo).
Mas vivi, e ainda vivo!
Não passo pela vida…
E você também não deveria passar!
Viva!
Bom mesmo é ir à luta com determinação,
abraçar a vida com paixão,
perder com classe
e vencer com ousadia,
porque o mundo pertence a quem se atreve
e a vida é "muito" pra ser insignificante.
Charles Chaplin

A Caixa

 Arrumei meu armario hoje, espalhando pelo chão do quarto todas aqueles papeis fui recordando tudo que passei por esse ano entre trabalhos escolares e livros didaticos ainda encontro meus rascunhos de cartas que nunca serão entregues, listas de desejos que nau serão cumpridos, desenhos de nós dois, e alguns papeis com sua letra, estes alguns eu amacei e joguei no canto os outros eu dobrei e coloquei na caixa com todas as outras recordações.
 Não sabia ao certo o que era somente meu e o que era somente seu, dentre tudo ali, mesmo que fosse de minha autoria possuia sua participação porque voc  foi a minha inspiração.

 Ao abrir a caixa puxando o laço da fita branca lentamente, nau pude resistir em reparar detalhadamente cada um dos objetos que estavam ali dentro. 
 Com o tato mais que apurado, segurando certa caixinha vermelha, com formato de coração e revestimento de camurça mareja-me os olhos ao abri-la, admirando o objeto prateado circular, dezesseis milímetros de diâmetro, com uma pequena pedrinha brilhante na parte superior externa, tinha o peso de um sonho e a frieza da realidade. 
 Pestanejo rapidamente afim de retornar de meu leve devaneio.. Coloco tudo em seu devido lugar e amarro o a fita branca envolta da caixa como em um presente.
 Pensei em tacar fogo naquela caixa, sim eu pensei.. Mas não, nau seria de meu feitio, geralmente nau costumo destruir as coisas que crio, se as guardo é porque tem valor, mesmo que ainda esteja jogada no fundo da prateleira mais alta do armário, "soterrada" por cobertores e lençóis propositalmente para que não fique a vista, assim me conforta porque me sinto viva.
 Viva pois, nunca mais serei aquele ser insensível, como antes, guardo a caixa como se fosse meu coração, são praticamente iguais ambos estão cheios de voc, de coisas boas e jogado em um canto tentando ser esquecidos.
  Sobrou bastante espaço depois que terminei, nada melhor que um pouco mais de organização para se poder ter um visão melhor.

Following